Como mensurar a minha performance e me tornar mais produtivo?

Como mensurar a performance e me tornar mais produtivo?

Executar as tarefas no tempo certo, atingir as metas e ser reconhecido por isso. Quem não quer?

E muitas vezes nos cobramos sem saber exatamente se estamos na rota certa. 

Pensando nisso, achei legal compartilhar aqui um bom caminho para sabermos se estamos conectados com a alta performance e a produtividade.

É um desafio que exige planejamento, organização e rotina. Está preparado para se responder algumas questões? Vamos lá!

Os 5 pilares que dividem essa mensuração são: missão, resultados em tempo real, mapa do sucesso, conexão e autogestão.

1. Missão

Saber o por quê de estar realizando algo é muito importante. O que te conduz à performance é muito maior que o seu salário. 

Avalie a sua missão e propósito. O que você faz está conectado com seus valores? Expressa suas forças e talentos? Você está motivado? Se sente feliz e inspirado na rotina? Avalie e reflita!

Usar as habilidades e talentos facilita as ações. Geram proatividade, produtividade e elevam a chance de concretizar os objetivos.

2. Resultados em tempo real

Ser proativo é um hábito que se desenvolve. Executar as ações no tempo presente válida a proatividade. Ser eficaz no seu dia a dia, passa por isso. 

A proatividade é a habilidade de resolver problemas e tomar ações sem a necessidade de cobranças e atrasos: é entender o que precisa ser feito e fazê-lo da melhor maneira possível.

Será que você é uma pessoa proativa e produtiva, capaz de melhorar seus resultados em tempo real? Sempre questione:

  • Os seus objetivos estão conectados com a sua rotina na agenda? Está claro isso no seu dia a dia? 
  • Você define bem suas prioridades em ordem de relevância?
  • Cumpre os prazos do seu planejamento? 
  • Organiza bem o seu tempo?
Como mensurar a minha performance e me tornar mais produtivo?

3. Mapa do sucesso

Use o poder da sua visão. Além da criatividade, ajuste sua rota. Coloque estratégia e seja solucionador. Avalie seu comportamento e se posicione. Defina e adquira novas competências, sempre.

É importante sempre analisar alguns detalhes e ajustar a sua rotina para aumentar sua produtividade e te deixar ainda mais alinhado com o seu mapa do sucesso.

Pergunte-se: 

  • Seu plano de ação está organizado e ajustado?
  • Você traça planos alternativos para suas estratégias?
  • Gere bem suas competências? Busca evoluir sempre seu comportamento?

4. Conexão

Conheça pessoas acima da média. Colabore para os ambientes serem positivos. Interaja sinceramente com as pessoas. Promova conexões e multiplique a prosperidade.

E sempre faça as perguntas:

  • Como é sua rede de conexões?
  • Há interação para um ambiente colaborativo?
  • Você se inspira em quem? Você é inspirador?

5. Autogestão

Seja o melhor de si mesmo. Admita suas falhas e promova mudanças, se necessário. Humildade é um talento. Não desista tão fácil. O caminho tem desafios e saber disso te mantém persistente. 

  • Você busca se superar, focado em melhoria continua?
  • Tem autocontrole? Se sente eficiente?
  • Como é sua autodisciplina? Tem persistência e foco?
  • Você pede feedback? Você dá feedback ?

Falamos aqui dos 5 pilares de performance. Você percebeu como eles se conectam? 

Temperei esse artigo com muitas perguntas e vou terminar com mais uma:

Qual a sua avaliação sobre sua performance em cada um dos pilares?  

Vou ficar muito feliz se você compartilhar comigo no cesar@penser.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *